Fatima Guedes
Coração de Louca - 1988

Gravadora: Velas
Produtor: Zeca Winicki / Ivan Lins / Fatima Guedes

CORAÇÃO DE LOUCA
(Fatima Guedes)

Se você morder meu coração
o meu coração de maçã
e arrancar pedaço de mim
como acordarei de manhã?
Se você soprar meu coração
o meu coração de papel
vai voar no vento e sumir
desaparecendo no céu
Acho que estou mesmo no céu
ando me sentindo leve
com essa paixão de fogo
no meu coração de neve
Se você cheirar meu coração
o meu coração de sachê
e pensar que é uma flor
não vou me esquecer de você
Se você beber meu coração
feito uma cachaça de aniz
e cair tontinho no chão
se soubesse o quanto eu sou feliz
O meu coração está feliz
está saindo pela boca
com essa paixão exata
no meu coração de louca

Saxofone Alto: Idriss Boudrioua
Bateria: Joca Moraes
Percussão: Joca Moraes
Teclados: Leandro Braga
Guitarra: Rodrigo Campello
Baixo Elétrico: Zeca Winicki
Arranjador: Gilson Peranzzetta

CHORA BRASILEIRA
(Djalma Tinoco, Rosane Lessa e Fatima Guedes)

Procissão do Senhor morto
que morre outra vez agora
uma enxugou seu rosto
outra observa e chora
As mulheres vão seguir
queimando os dedos na cera
Chora brasileira
chora carpideira
e chora
Procissão do Senhor morto
a dor de um passo tão lento
uma enxugou seu rosto
outra lhe deu alento
Ver a face de um filho
mista de sangue e poeira
Chora brasileira
chora carpideira
e chora

Piano: Leandro Braga
Teclados: Leandro Braga
Violão: Rodrigo Campello
Arranjador: Leandro Braga

SAIA RODADA
(Fatima Guedes)

Roda Brasil
roda a saia dela é rodada
E ela mexe o quadril
deixando esse povo doente
ela é muito, muito saliente
é muito saliente
Dança com a saia rodada
Roda com a manta
se roda assim
de repente a saia levanta
Que ginga no corpo ela tem
jogo de cintura
Quando ela roda agitada
toda a cor da saia mistura

Saxofone Alto: Idriss Boudrioua
Bateria: Joca Moraes
Percussão: Joca Moraes
Teclados: Leandro Braga
Percussão: Marcos Suzano
Guitarra: Rodrigo Campello
Baixo Elétrico: Zeca Winicki
Arranjador: Leandro Braga

RETRATO EM BRANCO E PRETO
(Tom Jobim e Chico Buarque)

Já conheço os passos dessa estrada
sei que não vai dar em nada
seus segredos sei de cor
Já conheço as pedras do caminho
e sei também que ali sozinho
eu vou ficar tanto pior
O que é que eu posso contra o encanto
desse amor que eu nego tanto
evito tanto e que no entanto
volta sempre a enfeitiçar
Com seus mesmos tristes velhos fatos
que num álbum de retratos
eu teimo em colecionar
Lá vou eu de novo, como um tolo
procurar o desconsolo
que cansei de conhecer
Novos dias tristes, noites claras
versos, cartas, minha cara
ainda volto a te escrever pra te dizer
que isso é pecado
Eu trago o peito tão marcado
de lembranças do passado
e você sabe a razão
Vou colecionar mais um soneto
outro retrato em branco e preto
a maltratar meu coração

Violão: Rodrigo Campello

ITAJARA
(Moacyr Luz e Aldir Blanc)

Brasil!
Marajás e mandarins
Capim
dá em baixo, dá no alto
dá na rampa do Planalto
dá o tema pro cantor
Malandro aqui
mesmo vindo do macaco
'inda tá mais pra quadrúpede
tacando coice e metendo a mão
E se tu pedir
qual é a opinião da massa
vai ouvir que ela se amassa
entre a hiena e o tubarão
Poder a três e à toa
provou que o Pau Brasil não faz canoa
sou muito mais, numa boa
Itajara com a três coroas
Todo o mundo afana
da gang do Escadinha ao seu bacana
só que a Falange Vermelha
ao menos governa em cana

Bateria: Joca Moraes
Percussão: Joca Moraes
Teclados: Leandro Braga
Percussão: Marcos Suzano
Violão: Rodrigo Campello
Guitarra: Rodrigo Campello
Baixo Elétrico: Zeca Winicki
Part. Especial: Moacyr Luz

LIÇÃO DE AMOR (Teach me tonight)
(Gene de Paul e Sammy / versão: Fatima Guedes)

Sei que tenho
muito que aprender
das lições que o amor costuma dar
Talvez você possa me dizer
o que é amar
Do ABC então iremos começar
Y, Z até além de Z, sei lá
se você vai ser meu professor
explique o amor
No negro quadro do céu
uma estrela
risca a noite devagar
A estrela escreve eu te amo
mihões de vezes sem parar
mas preciso te dizer, meu bem
você tem que estar perto de mim
pra que eu possa de fato entender
o amor, enfim

Assobio: Fatima Guedes
Saxofone Alto: Idriss Boudrioua
Bateria: Joca Moraes
Teclados: Leandro Braga
Guitarra: Rodrigo Campello
Baixo Elétrico: Zeca Winicki
Arranjador: Rodrigo Campello

O ROUXINOL E A ROSA
(Fatima Guedes)

Rouxinol
Eu te amo tanto
que não me importa sentir
essa dor no peito
é teu espinho de rosa
atravessando
o meu coração
Rosa
Eu sou tua rosa
tão branca
que espera
que o sangue do teu amor
me cubra
sou tua rosa rubra
e quero ouvir
teu último canto
Rouxinol
Eu te amo tanto
que não me importa morrer
se te faço linda
sou um rouxinol
que te adora
Rosa
serei pra sempre
tudo o que fomos nós
Rouxinol
Tu sentirás
saudades
da minha voz

Saxofone Alto: Idriss Boudrioua
Piano: Leandro Braga
Teclados: Leandro Braga
Guitarra: Rodrigo Campello
Baixo Elétrico: Zeca Winicki
Part. Especial: Ivan Lins
Arranjador: Leandro Braga

BEATRIZ
(Edu Lobo e Chico Buarque)

Olha
será que ela é moça
será que ela é triste
será que é o contrário
será que é pintura
o rosto da atriz
Se ela dança no sétimo céu
se ela acredita que é outro país
se ela só decora o seu papel
e se eu pudesse entrar na sua vida
Olha
será que é de louça
será que é de éter
será que é loucura
será que é cenário
a casa da atriz
Se ela mora num arranha-céu
e se as paredes são feitas de giz
e se ela chora num quarto de hotel
e seu eu pudesse entrar na sua vida
Sim
me leva para sempre Beatriz
me ensine a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
diz quantos desastres tem na minha mão
diz se é perigoso a gente ser feliz
Olha
será que é uma estrela
será que é mentira
será que é comédia
será que é divina
a vida da atriz
Se ela um dia despencar do céu
e se os pagantes exigirem bis
e se um arcanjo passar o chapéu
e se eu pudesse entrar na sua vida

Piano: Leandro Braga

BYE BYE BRASIL
(Roberto Menescal e Chico Buarque)

Oi, coração
não dá pra falar muito não
espera passar o avião
Assim que o inverno passar
eu acho que vou te buscar
aqui tá fazendo calor
deu pane no ventilador
Já tem fliperama em Macau
tomei a costeira em Belém do Pará
puseram uma usina no mar
talvez fique ruim pra pescar
meu amor
No Tocantins
o chefe dos Parintintins
vidrou na minha calça Lee
Eu vi uns patins pra você
eu vi um Brasil na TV
Capaz de cair um toró
estou me sentindo tão só
oh, tenha dó de mim
Pintou uma chance legal
um lance lá na capital
nem tem que ter ginasial
meu amor
No Tabariz
o som é que nem os Bee Gees
dancei com uma dona infeliz
que tem um tufão nos quadris
Tem um japonês atrás de mim
eu vou dar um pulo em Manaus
aqui está 42 graus
o sol nunca mais vai se por
Eu tenho saudades da nossa canção
saudades de roça e sertão
bom mesmo é ter um caminhão
meu amor
Baby bye bye
abraços na mãe e no pai
eu acho que vou desligar
as fichas já vão terminar
Eu vou me mandar de trenó
pra Rua do Sol, Maceió
peguei uma doença em Ilhéus
mas já tô quase bom
Em março vou pro Ceará
com a bênção do meu Orixá
eu acho bauxita por lá
meu amor
Bye bye Brasil
a última ficha caiu
eu penso em vocês night and day
explica que tá tudo OK
eu só ando dentro da lei
Eu quero voltar, podes crer
eu vi um Brasil na TV
peguei uma doença em Belém
agora já tá tudo bem
mas a ligação está no fim
tem um japonês trás de mim
aquela aquarela mudou
na estrada peguei uma cor
Capaz de cair um toró
eu tô me sentindo um jiló
eu tenho tesão é no mar
Assim que o inverno passar
bateu uma saudade de ti
tô afim de encarar um siri
Com a bênção de Nosso Senhor
o sol nunca mais vai se por...

Arranjador: Tuninho Galante